7 Sinais (emocionais) que podem indicar a separação de um casal | Arita - Treinamento de Inteligência emocional

7 Sinais (emocionais) que podem indicar a separação de um casal

7 Sinais (emocionais) que podem indicar a separação de um casal

Dúvidas sobre o futuro do casamento são comuns e é preciso conhecer os sinais mais comuns que podem indicar algum problema na relação

Ter e manter um casamento saudável é um desafio diário e é preciso prestar muita atenção aos detalhes da rotina do casal que podem indicar o fim da relação. Saber quais são os principais sinais da separação do casal é fundamental para tentar reverter a situação, ou seja, aprender com os erros e tomar atitudes para salvar o relacionamento. Evidentemente, se este for o objetivo. Gostou do tema? Então continue a leitura do post de hoje, aqui no blog da Arita Treinamentos.

Acabou o amor? Fique atento (a) a 7 sinais de separação de casal

 1 – Interações negativas: repare se no dia a dia as interações do casal são mais negativas do que positivas. O comportamento ranzinza, as críticas constantes, sarcasmo acima do normal e outras atitudes negativas criam um ambiente nocivo, que pouco a pouco vai degastando a saúde emocional de todas as partes.

2 – Reação do corpo a discussões: se durante uma briga ou discussão o seu corpo mostra uma reação inesperada, ligue o sinal de alerta. Segundo psicólogos, o que ocorre é chamado de “inundação” e é uma resposta física do corpo em relação ao problema, como batimento cardíaco acelerado, dores no estômago ou mesmo suor exacerbado.

3 – Falhas e mais falhas: quando passamos muito tempo com uma pessoa é normal que as falhas se tornem mais facilmente percebidas. Mas, isso não quer dizer que você precisa apontar e evidenciar sempre que uma falha acontecer. Com o tempo, isso pode se tornar um tormento para o casal. O ideal é levar a vida com mais calma e conversar sobre cada problema, sempre de uma forma tranquila e transparente.

4 – Comportamento defensivo: este é um dos principais sinais da separação do casal e muitas pessoas não percebem isso. Um exemplo claro é quando há um problema, ou mesmo uma conversa sobre um assunto de interesse mútuo, e uma das partes resolve não questionar, não apontar um outro caminho. Somente ocorre o comportamento defensivo e passivo, de aceitação. O conflito é evitado. É um sinal de que a pessoa não quer mais desprender energia para fazer o melhor pela rotina do casal.

5- Desprezo: pode surgir como um comentário desagradável, falta de interesse na vida do (a) parceiro (a) ou mesmo uma expressão facial de cansaço.

6 – Comunicação falha: quando o casal não conversa rotineiramente, ou quando uma das partes precisa repetir várias vezes o que acabou de falar, algum problema pode existir. E o casamento pode estar em risco, pois quando não há comunicação, maiores são as chances de surgirem problemas emocionais e amorosos, já que o entendimento da dores e necessidades das partes não ocorre.

7 – Solidão: é também um dos sinais também mais claros de que as coisas não estão bem, quando a pessoa se sente sozinha dentro de um relacionamento. Pode até parecer contraditório, mas muitos casais terminam em ‘gelo’ e não em ‘fogo’, ou seja, não necessariamente ocorre uma briga colossal que culmina no fim do amor.

Como a inteligência emocional pode ajudar?

Um dos grandes diferenciais da metodologia é que ela estuda profundamente as barreiras emocionais que impedem a felicidade da pessoa, como ao buscar caminhos e alternativas para homens e mulheres infelizes no casamento. Caso tenha interesse sobre o assunto, fale hoje mesmo com um dos especialistas da Arita Treinamentos. Por aqui, você conta com uma empresa que há mais de 30 trabalha com treinamentos de inteligência emocional.

Crédito: fizkes / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

ARTIGOS RELACIONADOS